O tempo de crescimento do programa de fidelização

Uma das maiores dúvidas das pessoas é quanto tempo demora para um programa de fidelização fazer sucesso. Muitos empresários começam seus programas sem uma projeção futura bem ajustada e isso acaba por prejudicar o desenvolvimento.

Não existe uma previsão média para empresas no geral, porém é possível construir um prazo de acordo com as condições atuais da sua empresa. Veja, o que você precisa observar para fazer isso.

O que vai acelerar seu crescimento

Começar um programa de fidelidade com maturidade no seu ramo faz toda diferença. Porque, as suas ideias estarão fundamentadas em experiências, não apenas na sua imaginação ou na opinião de outras pessoas. Além disso, conhece melhor o mercado e sabe como se posicionar.

Receber mentoria de profissionais de sucesso faz muita diferença. Mesmo que você tenha experiência, vai conseguir enxergar por novos ângulos e, mesmo que decida não aplicar os conselhos, terá essa carta na manga quando for preciso. O mentor pode estar vendo o que você não vê e vai apontar detalhes que farão toda diferença no seu negócio.

A sua influencia social também conta, pois vai apontar para o alcance do seu público. Seja na sua região, mídias ou redes sociais, quanto mais melhor. Além disso, ter parceiros com o mesmo propósito abre muitas portas e vai acelerar o crescimento do programa de fidelização.

O  quanto você está disposto a investir em marketing tem uma influência direta nos resultados. Quanto mais inteligente e direta for sua estratégia de marketing, melhor será seu rendimento no futuro.

O que trava seu crescimento

A falta de experiência não impede o crescimento, mas atrapalha. Isso acontece porque haverão mais erros do que acertos no começo. Para melhorar esse cenário, é importante investir em muito estudo, mais do que em outras estratégias até que a segurança aumente um pouco. Isso evitará uma grande perda financeira, pois você estará mais maduro para arriscar.

Quem não investe tempo e dinheiro também não consegue se desenvolver. A maioria dos negócios não se vendem sozinhos, por isso não se pode relaxar. É você, por meio de marketing e outros investimentos, que irá mostrar o valor da sua empresa.

Junto com o marketing está o alcance do público. Se a influência da empresa for baixa, o programa de fidelidade não será conhecido. Por isso, esteja em todos os lugares possíveis, com parceiros, redes sociais e mídias. Mesmo que a empresa  não seja grande, isso vai gerar familiaridade e facilitará a indicação.

Medindo o crescimento

Para medir o crescimento do seu programa de fidelização é importante ter os dados de crescimento da empresa no período de, no mínimo, 1 ano. Assim, você terá a média de crescimento da empresa sem o programa de fidelidade. Após isso, você vai comparar esses dados com o crescimento da empresa no seu status atual com o programa de fidelidade, no mesmo período do ano anterior.

Comece comparando mês a mês, depois avalie trimestre a trimestre, até chegar no período de 1 ano ou mais. Nessa avaliação deve conter seu ROI frequente, crescimento da receita, ticket médio e margem de contribuição. Com esses dados, você poderá avaliar o quanto seu programa de fidelização está influenciando nas vendas e verificar se o crescimento dele está acontecendo de acordo com o planejado.

Um período médio para medir o crescimento de qualquer coisa é 3 meses. Se em 3 meses nada ou pouca coisa mudou, é momento de criar novas estratégias e entender o que pode estar travando o seu crescimento. Se a empresa já está implementando o programa a mais de 1 ano, esse período é bom para a comparação.

Há 4 meses atrás
Facebook Twitter YouTube LinkedIn Instagram

Baixe nosso E-book Grátis