O programa fidelidade certo para cada perfil de cliente

Antes de implementar um programa de fidelização, é muito importante avaliar qual é o perfil de cliente com o qual você trabalha. Isso pode ser decisivo em relação ao sucesso que a empresa terá utilizando o programa. Simplicidade, objetividade e direção é a chave para atrair clientes e fidelizar!

Se você ainda tem dúvidas sobre qual programa faz mais sentido para sua empresa e seu cliente. Leia este artigo e compreenda qual é o vínculo que o cliente constrói com sua empresa, bem como qual estratégia será melhor aproveitada.

Programa de pontos

Neste modelo, o cliente recebe pontos sempre que realiza uma compra. Ou seja, quanto mais ele gasta, mais ele ganha. Os pontos podem ser trocados por outros produtos ou voucher, por exemplo. Sendo assim, esse modelo é ideal para varejo e serviços que exigem uma recorrência como barbearias e clinicas de estética. Por isso, pode ser uma má ideia usar o programa de pontos para lojas de móveis, por exemplo, considerando que a maioria das pessoas compram com pouca recorrência em momentos específicos como mudanças ou reformas.

Se uma empresa assim ainda quiser implementar esse programa, é indicado disponibilizar cupons com validade que possam ser utilizados por outras pessoas além do primeiro comprador. Desta forma, o cliente ganha o benefício, transfere para um amigo ou familiar que poderá utilizá-lo. Essa estratégia aumenta o número de indicações que a sua empresa receberá.

Programa pago

Este modelo exige que o cliente pague uma taxa mensal para participar no clube VIP. Para esse programa fazer sentido, é preciso ter uma base de clientes bem sólida e parceiros que agreguem valor. O programa deve oferecer benefícios exclusivos.

O perfil de cliente destes programas querem receber os benefício a curto prazo e utilizá-lo em seu cotidiano.  Por tanto, é ideal para ideal para serviços de saúde, tanto de familiares quanto para pets, também combina com entretenimento. Quanto mais parceiros e benefícios haver, mais fidelizados os clientes permanecerão.

Programas de níveis

Os clientes sobem de níveis conforme se tornar mais fiéis, e a cada novo nível, mais benefícios terão. Esse é um modelo do Mercado Livre e do Booking, por exemplo. Esse programa trabalha muito com o sistema de recompensa do cliente, dando uma percepção de gamificação.

Funciona bem para um perfil de cliente que constrói um relacionamento emocional com a marca. Cada nível é motivo de orgulho à ele. Funciona muito bem para livrarias, loja de vinhos, lojas de chocolate e lojas com marcas fortes de roupas e calçados. Nesses casos, o bem-estar sempre deve estar agregado.

Programa de parceria

Se unindo com empresas de perfil semelhante, é criado um grupo grande que compartilha os clientes entre si. Uma loja de calçados pode se unir à uma loja de roupas, outra de maquiagem e outras diversas no ramo da beleza. Assim, o cliente que compra em uma, é aproximado das demais. Este tem sido o modelo preferido do público jovem e de turistas.

É ideal para estabelecimentos onde os clientes  não constroem um vínculo específico com a marca ou com os funcionários. Ele não será fiel a uma marca, mas entende que terá outros benefícios. Se sua empresa é varejo, que trabalha com diversas marcas, esse programa poderá trazer ótimos resultados. Também funciona bem para cafés, restaurantes e sorveterias em cidades turísticas.

Além disso, também é um excelente programa para empresas que estão começando, pois a parceria com outras empresas irá fortalecê-la e apresentá-la ao público.

Há 4 meses atrás
Facebook Twitter YouTube LinkedIn Instagram

Baixe nosso E-book Grátis